quarta-feira, 30 de abril de 2014

Afinal...


mandalasolhodedeus.blogspot.com




Para trabalhar a dor,
Nesses tempos de horror,
Valho-me de minha alegria natural,
Inspirada na generosidade espacial,
Para capturar Poesia,
Minha maior rebeldia.
Uma mensagem a cada dia,
Preservando a simpatia.

Afinal, todos estamos precisando demais,
Da suavidade dos florais.
E, principalmente,
Holisticamente,
De todo e qualquer carinho,
Que pudermos semear 
Que pudermos vivenciar
No caminho.


J. C. Macaré







"Eu sei e você sabe"
https://www.youtube.com/watch?v=N66VHpkYHi0







www.vende4.com


terça-feira, 29 de abril de 2014

Pontal Florido

barbarabasso.blogspot.com





Flor da manhã orvalhada
Pela madrugada.
Sensualidade por todos os poros.
Convite explícito para todos os colos.
É assim minha Poesia,
A essência de minha melodia.
Vem pra molhar
E fecundar
A esperança,
Trazendo uma dança
Em torno do sol!
Na viola, também o sol,
Maior!
Vivificando tudo ao redor.
Cordas pontilhadas de mar
Mar de Amar!
Banhada com água de rio
Do pontal florido.


J. C. Macaré 





"Então escuta"
https://www.youtube.com/watch?v=eF3TNmqNNAQ





www.motherinlove.blogger.com.br


segunda-feira, 28 de abril de 2014

Brincadeira Primeira

www.downloadswallpapers.com





Aos pedaços,
Por sobre os cansaços
As canções e os abraços,
Coreografam seus traços,
Nos palcos da vida,
Tão sentida.
Marcam saudades...
...De tanta ternura, infindas.
Tudo a cargo da sensibilidade,
E, apurado pela canção,
No fio transparente da emoção,
Que cada vez mais,
Dia a dia, um pouquinho mais, 
Se parece com a inocência,
Com a frequência,
Da brincadeira
Primeira.


J. C. Macaré



"Quando eu piso em folhas secas..."
https://www.youtube.com/watch?v=2JPnhwFJofk





olhares.sapo.pt




domingo, 27 de abril de 2014

Batuqueiro, Batucador, Brasileiro !!!


 




 keystoneimages.com.br





Ba
Batuca na escola,
Na sombra que se dobra.
Batuca no palco,
Imbuído pelo alto.
Vive de batucar
E de se apurar.

Ba
Batuqueiro
Atras do estaleiro
Bate surdo
Pra não ficar mudo.
Bate viola,
Faltando corda...
Bate pandeiro,
Seu querido brinquedo.

Ba
Se basta batendo,
Pra não ficar se debatendo
Ba
Bate pro santo,
Já que não tem manto.

Ba
Bate na bola,
Desavergonhado rebola!!!


Ba
Bate na pista.
É sua conquista.
Ba
É um João Batista,
Precisando de exame de vista.

Brasileiro:
Sambista em primeiro.
Batuca a dor
Ba!
É um verdadeiro batucador!


J. C. Macaré 




"Todo menino do pelô sabe tocar tambor"
https://www.youtube.com/watch?v=SBoQfIpoj88






varelanoticias.com.br


sábado, 26 de abril de 2014

Rosa Branda

ztnergia.blogspot.com





Pombinha branca
Leve essa rosa branda
No bico,
Entregue no ponto em que fico
Descolado de mim.
Daquele jeito meio assim...

Quando eu acordar
De todos os tormentos
E tantos abatimentos,
Que me assolam a vida
E me complicam a subida,
A você quero encontrar.

Assim eu vou saber
Que Papai me ouviu,
O Amor em meu peito, viu,
E me mandou você
Pra me aquecer.
... Ah! Esse calor que vem de você!


J. C. Macaré




"Me beija"
https://www.youtube.com/watch?v=XQP74-0xYzQ









www.humorilimitado.com



sexta-feira, 25 de abril de 2014

Propositalmente



www.sempretops.com





Loucos somos todos nós.
Que usamos a voz
Para cantar,
Ao invés de esbravejar,
Aqui e acolá,
Com os motivos que há.
Usamos a mão para escrever Poesia,
Para clarear a coletiva melodia.

Mais loucos ainda, são aqueles,
Que tentam nos prender em paredes,
Fingindo-se de lúcidos,
De únicos.
Fazem-nos o que fazem:
Descaradamente, propositalmente,
Maldosamente.
De nossa dor, não se comprazem.


J. C. Macaré





"É, a gente quer valer o nosso Amor"
https://www.youtube.com/watch?v=ex2GAi3GU1I











petsebichosbr.blogspot.com


quinta-feira, 24 de abril de 2014

Um Fulano de Tal


www.downloadswallpapers.com



Nosso encontro matinal
É como se aqui fosse um palco,
Como se obedecêssemos a um sinal...
Aí eu desço do salto
E com os pés descalços,
Totalmente despido
Do estabelecido,
Vou buscar a resposta,
Fitando poeticamente, o alto,
Para oferecer a quem nos gosta.

Gosta do que a gente faz,
Nessa paz,
Tão envolvente,
Tão aconchegante e quente!
Parece coisa do astral...
... É quando me vejo
Pertencente
A algo incandescente!
Então me sinto um Fulano de Tal!!!! 


J. C. Macaré






"Manhã cedo, grito jovem sai"
https://www.youtube.com/watch?v=KEX8Z1GZNwU








ultradownloads.com.br

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Mãe Nada Gentil !!!!









Esse Brasil, menino,
Tão grande, tão lindo,
Nasceu de um aborto
De uma quenga,
Em plena piracema,
Na hora em que o barco virou,
Nos predestinou,
Em um abandonado porto.

Vive com olhos marejados,
Cabeça e pés encharcados...
E, Não!
Não há Senhora dos Afogados,
De todos os desesperados,
Que possa tirá-lo dessas águas.
Vem desde o descobrimento,
O nosso desnorteamento,
Nossas mágoas!

Esse será destino
Enquanto nos permitirmos narcotizados,
Com essa ridícula vidinha de gado,
Sustentada por futebol, carnaval e novelas,
Que só nos fazem afastar de nossa primavera.
Precisamos acordar e reescrever nosso hino.


Apenas nossa consciência,
Pode nos livrar de tanta indecência!


J. C. Macaré






"Agora eu vou cantar pra os miseráveis"
https://www.youtube.com/watch?v=Zrk0kmFYE8E



















terça-feira, 22 de abril de 2014

Ousamos






silviamota.ning.com






Em tempo de vacas magras,
De gente rasa,
É melhor fechar as torneiras.
As perdas que já registramos,
Que, injustamente, amargamos,
Não são brincadeiras...
As nossas ações estão em baixa,
Nossa Poesia não se encaixa,
No mercado econômico mundial,
Por ser honesta,
Por evocar a verdadeira festa.
Por denunciar a corrupção
E chacoalhar a multidão.
Trabalhamos com o sensorial.

Escrevemos para acordar.
Escrevemos para ver melhorar
O nível de humanidade,
Vigente nesta conturbada sociedade.
Nossa obra vem do âmago da Terra,
Por dentro das serras.
Foi inspirada no mar
E autorizada pelos encantados do ar.
Temos ao nosso lado, a natureza.
Senhora de todas as certezas.
Nosso mercado é o emocional.
Queremos depurá-lo,
Purificá-lo!
Ousamos elevá-lo à condição de sideral!



J. C. Macaré



"Sei que mudamos, desde o dia em que nos vimos"









segunda-feira, 21 de abril de 2014

Donga! João da Baiana! Sinhô! Noel!

ultradownloads.com.br




Antigamente, uma roda de samba,
Quem se atrevia a fazer,
A nela se entreter,
A polícia prendia.
Donga! João da Baiana!
Sinhô!  Noel!
Foram alguns dos que conheceram esse fel.
Podemos imaginar como é que sofriam.
Sofriam!
Sofriam...
...Sofriam, mas não foi em vão:
Sabiam!

Insistiam, 
Porque intuíam
A riqueza do que estavam nos deixando.
A escola que estavam nos proporcionando.
A música era-lhes inevitável.
Sem ela, a vida era-lhes insustentável.
Ali, cantando,
Compondo,
Iam se elevando,
E suas próprias barreiras transpondo.

Provocavam tanta luminosidade
Que incomodavam a invejosa sociedade.


J. C. Macaré





E vamo que vamo:
https://www.youtube.com/watch?v=-hw9nkXgFI8






a-f-r-o-d-i-t-e.blogspot.com

domingo, 20 de abril de 2014

Danças na Roda

roseporciuncula.blogspot.com






Belas lembranças,
E, já são tantas,
São danças na roda,
Da vida que se dobra,
E, gira gigante,
Transbordante,
Na beira do mar,
A marulhar...

Ou, em torno desse prado,
Povoado de lindos cavalos,
Livres, leves, soltos,
Com seus cabelos revoltos,
Galopando esse sonho,
Que juntos compomos,
Com meu companheiro
Do espaço,
De abraço,
Um autêntico fiel escudeiro.


J. C. Macaré






"Diga lá, meu coração"
https://www.youtube.com/watch?v=l2GS55KihHw








inclusaococandoideias.blogspot.com

sábado, 19 de abril de 2014

Cheiro da Terra

www.downloadswallpapers.com






Mexe bem a panela,
Antes de enterrar 
O que sobrar 
dentro dela,
De tempero e cheiro
Com frutos do mar
E leite de coco pra arrepiar
Todo e qualquer pelo!

É comida da boa
Que faz nego à toa,
Se levantar,
Louco pra amar...
Com aquela disposição
Que só se vê no barracão.

É que o caldeirão,
Como o coração
Tem o cheiro da terra,
E a força da serra!


J. C. Macaré






"Dez horas da noite, na rua deserta"
https://www.youtube.com/watch?v=q_8YBASVkYI










guiaavare.com



sexta-feira, 18 de abril de 2014

Nossa História


olhares.sapo.pt



Hoje eu vim pra te dar,
Carinhosamente te oferecer
Com a intensidade de meu viver
O melhor de mim.
O segredo do meu,
Que também é o seu:
Ar...
O mais puro em mim
Por Jesus
Pela Cruz...
Que um dia eu vi,
Acima de tudo que vivi,
Nos princípios de nossa cultura,
Com emocionada desenvoltura...
Sem o peso da religião
Que propaga um acontecimento...
Sem revelar a presença da gente
Esquecendo nosso sentimento..
Por consciente omissão.
Como se não fôssemos obras da mesma Criação.
Quero que tu saibas tudo de nossa gente.
Tudo está dentro de ti.
É ensolarado teu Ori.
Embarquemos juntos neste espetáculo,
Que evoca os africanos oráculos,
Como gostamos,
Como precisamos:
Emocionadamente,
Arrebatadoramente!!!

Axé, Meu Amor!
Axé pro nosso Amor!

Abaxé Caô Cabeacile - Xangô

Hepa Babá - Nosso Pai Oxalá!!!




Um trecho do espetáculo:
https://www.youtube.com/watch?v=r2B_N6ib8bY


O Alabê de Jerusalém - espetáculo completo
https://www.youtube.com/watch?v=fzNWwkIeyPc




solardonamaria.com.br



quinta-feira, 17 de abril de 2014

Sem Velas, nem Rezas !!!

nildes2012.comunidades.net






Eu quero um dia de luz!
Sem velas,
Sem rezas,
E, sem cruz!
Com uma luminosidade
Que esse planeta merece.
Aquela que, aquece.
Não só recolhe,
Como acolhe!
Faz carinho
E proporciona ninho!

Eu quero um dia de luz!
Do tipo que a natureza faz jus.
Sem duplos sentidos,
Ou, duvidosos signos.
Tudo às claras,
Para descobrirmos
E sentirmos,
As sensações raras.
Aquelas, apenas proporcionadas
Pela tranquilidade
De se viver em afetividade.
Quero as paixões verdadeiras, multiplicadas.

Sonho com o Império da Afeição,
Redimindo toda a planetária população.


J. C. Macaré






"Quando o apito da fábrica de tecidos"
https://www.youtube.com/watch?v=0hXsLS-0PsU







www.flickr.com



quarta-feira, 16 de abril de 2014

Manhas


www.imagenswiki.com






Os caracóis que trazemos,
E, por vezes, nos perdemos,
Grudados em nossos lodos,
Pertencem aos nossos esboços
Originais,
Projetados pelas hostes siderais.
Mesmo que não os queiramos...
Ainda que não os entendamos,
Permanecem em nossas entranhas,
A nós tão estranhas.
São manhas de uma vivência,
Para desafiar nossa consciência.

Manhas essas, à primeira vista
Incompreendidas,
Até por serem desconhecidas.
Mas lá estão
E vão ficar,
A nos instigar.
São partes de nossas vidas.


J. C. Macaré









"No cais dourado da velha Bahia"











terça-feira, 15 de abril de 2014

Linda


altamontanha.com




Nas grimpas
Dos sonhos mais loucos,
Que, em nós, não são poucos,
A nossa poesia flutua,
Linda...
Salta nas mentes
Mais claras,
Mais caras,
Límpidas, assim como a sua.

Apaixonadamente!

Ganha a rua cantando,
Dos grilhões, libertando,
Em um panelaço infindo
Em forma de samba de escola,
Nesse mormaço, decola!
Vai às alturas, independente,
Provando o poder de nossa gente!

Gostar é o que há de mais bonito!


J. C. Macaré





"O não chorar e o não sofrer se alastrando"
https://www.youtube.com/watch?v=z01qVm_MUtA







www.guiageo-parana.com



segunda-feira, 14 de abril de 2014

Bem Alto


tnc.org.br



Guarde-me em seus alfarrábios.
Leve meus lábios
Gritando seu nome pela rua,
Em desavergonhada altura,
Como se fosse das pessoas, a última,
Que desejo para beijar
E muito, muito, alto, sonhar...!
É, sim, uma súplica!

Lágrimas ou risos,
Dentro de nossos próprios sentidos,
O que me importa,
Além da espessura
E ternura
De sua corda,
É que esses tais festejos,
Esses incríveis lampejos,
Me mantêm nesse paraíso,
De nós,
Afastado de todos os perigos,
Por sobre todos os nós.


J. C. Macaré





"Quando amanhece, o céu resplandece"
https://www.youtube.com/watch?v=j8dheLU4Qt4













domingo, 13 de abril de 2014

Aguarde-me! Guarde-me !!!

ultradownloads.com.br




Por vezes, as redes se movem...
Imprudentemente me colhem
E prendem meu navegar,
Furtando-me o ar.

Não liguem e nem se dispersem.
Por favor, perseverem.
Sou peixe aqui e em qualquer lugar...
... Sob qualquer luar!

As águas,
Além de lavarem minhas mágoas,
São a minha estrada.
Tento fazê-la ensolarada.

A qualquer momento posso chegar,
E retomar,
O que parece que deixei escapar.
Ainda assim, não deixo de Amar.


J. C. Macaré





"Esse meu choro não cabe no peito"
https://www.youtube.com/watch?v=A4iaDAIuKuY






buscandolimite.blogspot.com


sábado, 12 de abril de 2014

Por Misericórdia !!!

ultradownloads.com.br






Quando chove assim na Terra
É pra esfriar as guerras,
E fazer a humanidade pensar
Que é a natureza chorando,
Pelo mal que ela vem causando.
Aproxima-se o tempo de despertar.

Do Sol, o que posso dizer,
Já que ele é tão quente:
É suplicar-lhe humildemente,
Sinceramente,
Que aqueça, por Misericórdia,
Toda essa gente,
Que teima em viver 
Em discórdia.



J. C. Macaré





"Sabe o que eu queria agora, meu bem"









sexta-feira, 11 de abril de 2014

Intervenção Sagrada, Já !!!

prsauloamorim.blogspot.com







Dói até quando sorrio
Só de pensar, arrepio...
...Se as águas do mar,
Deste meu implorar,
Em minhas águas, não desaguarem.
Se minha alma, não tocarem.

Oxalá
Que a minha fé em Iemanjá
Venha me valer,
Venha interceder,
Pra desanuviar,
Pra aliviar.

Águas salgadas e doces pra temperar.
As mágoas podem até me matar.
Já estão me corroendo.
Sinto-me, em lágrimas, escorrendo.
Prelúdios de um velho marujo.
Menino/lodo do mar,
Apaixonado por Amar,
Que ousou edificar seu próprio mundo.


J. C. Macaré





"Quando morrer voltarei para buscar os instantes que não vivi junto ao mar"







quinta-feira, 10 de abril de 2014

Algo me Conduz

www.iluminaty.com.br





Traduzir-me, nem eu mesmo sei.
O que sei 
É que algo me conduz
Em direção a uma luz...
Lá, leio palavras soltas,
Que nunca são tolas,

Aqui formo textos,
Dentro do evolutivo contexto.
Às vezes sou feliz
Em minhas conclusões,
Em minhas filosóficas alusões...
... Talvez, poeira de giz...

No mais, acredito,
Em meu lírico juízo.
A Poesia se faz
Com recados,
Sutilmente alados,
Que o firmamento nos traz.

Não são todos,
Para todos.
Mas, atingem uma minoria,
De amalucados,
Apaixonados,
Que ainda aposta na possibilidade,
Na felicidade,
De uma vida em harmonia.


J. C. Macaré





"Talvez, quem sabe, um dia"
https://www.youtube.com/watch?v=gw5sI6FUT6w







mandalasparaimprimir.com