quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Pra Compensar


www.skyscrapercity.com






A ilusão tornou íngreme demais a subida.
Não pode ser assim a vida.
Do âmago de minha rebeldia,
Arranco uma bela melodia,
Pra compensar tanto destempero,
Neste emocional enredo.

Ainda bem que sinto medo...
É um sinal rumo ao sossego,
Junto ao aconchego,
 - Imprescindível chamego -
De quem me quer.
Pra seguirmos em frente, pra o que der e vier...

Sou da alegria
É como exijo minha sinfonia.
Dou um nó na tristeza.
Amordaço-a com destreza,
Para soltar a voz,
Por sobre todos esses incabíveis nós.

E, canto!
Canto alto, pra sobrepujar o pranto.
Sei de tudo que está errado.
Por isso mesmo recorro ao encantado.
Sem ele, nada faz sentido.
É tudo tempo perdido...

Agarro a mão virtual de meu Amor,
Pra espantar todo esse terror.


J. C. Macaré 




"Guarde nos Olhos"
http://www.youtube.com/watch?v=aSXgALIktWQ







viajedemalaecuia.blogspot.com




2 comentários:

  1. Bela poesia!!!! Que ao ler-la alguém se inspire a driblar a tristeza e encontrar a alegria.Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. J. C. agradece, nossa amiga, Nina! - Abração

      Excluir